GREVE 05 E 06 DEZEMBRO – CONCENTRAÇÕES – SOMOS TODOS TSDT

Publicado em:

Caro (a) Colega,

Não podemos desistir!

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!

Apelamos à vossa participação nas seguintes Concentrações:

05.dezembro.2018 — LISBOA — 11h às 14h — em frente ao Hospital de Santa Maria;

05.dezembro.2018 — FUNCHAL — 12h às 15h — junto à Estátua de João Gonçalves Zarco;

06.dezembro.2018 — PORTO — 11h às 14h —  em frente ao Hospital de Santo António.

Saudações Sindicais

PDF – Comunicado Conjunto 04/12/2018



Comunicado Conjunto – 20/11/2018

Publicado em:

Ministra da Saúde marcou reunião negocial para dia 10 de Dezembro

Como é do conhecimento de todos os colegas, o processo negocial das carreiras dos TSDT atinge contornos escandalosos, representando a atitude do Governo uma falta de respeito para com este Grupo Profissional.

Passado mais de um mês da tomada de posse da nova equipa Ministerial de Saúde, a Ministra da Saúde agradece a compreensão destes profissionais, e marca uma reunião negocial para o próximo dia 10 de Dezembro.

Só por si, esta marcação demonstra que não existe qualquer urgência em nos receber, sendo uma afronta, tornando-se ainda mais visível na medida em que com outros grupos profissionais a Ministra da Saúde já reuniu e já têm agendada nova reunião para esta semana.

Colega, se tudo isto já é inaceitável, ainda se agrava mais quando no ofício enviado pela Chefe de Gabinete, a Ministra da Saúde em nome do Governo indicia a intenção de encerrar o processo negocial, conforme o texto que transcrevemos:

“…Começando por agradecer a compreensão de V. Exas. pelo facto de ainda não termos tido a possibilidade de agendar a reunião que se impõe desenvolver para, desse modo, se poder encerrar o processo negocial referente aos técnicos superiores das áreas de diagnóstico e terapêutica, vimos por este meio convocá-los para uma reunião de negociação, a realizar nas instalações do Ministério da Saúde, no próximo dia 10 de dezembro, pelas 14 horas…”

 

Vigília dia 19 de Novembro

Inconformados com esta discriminação, e pelas intenções pouco claras do Governo acerca do nosso processo negocial, ontem, dia 19/11/2018, Dirigentes Sindicais concentraram-se em frente ao Ministério da Saúde com o intuito de transmitir à Ministra da Saúde o descontentamento e repúdio pela inadmissível atitude dos decisores políticos relativamente a este processo que se arrasta incompreensivelmente.

As últimas propostas do Governo ficaram muito distantes das nossas reivindicações, e, com esta audiência, que só decorrerá daqui a um mês, o Governo tenta iludir os TSDT e adiar decisões sobre este processo negocial.

Ontem, na missiva entregue no Ministério da Saúde, exigimos a antecipação da reunião negocial e o envio de novas propostas por parte do Governo.

BASTA DE ADIAMENTOS.

 Exigimos o encerramento deste processo nas próximas semanas.

Ações a Desenvolver

Colegas, o Governo não nos deixa outra alternativa do que irmos de novo para a Luta. O Governo não pode continuar a adiar as decisões, nem pode encerrar as negociações sem apresentar novas propostas que venham de encontro às nossas reivindicações.

Assim, as Associações Sindicais decidiram anunciar 12 DIAS DE GREVE intercalados, no próximo mês de Dezembro para assinalar os 12 meses da assinatura do Protocolo Negocial, sem estar encerrado o processo e sem acordo.

Greves Nacionais em Dezembro com vários avisos prévios de greve para limitarmos os serviços mínimos a cumprir.

GREVE a 5, 6, 11, 12, 14, 18, 19, 21, 26, 27, 28, 31 DE DEZEMBRO

CONCENTRAÇÃO NACIONAL A 24 DE NOVEMBRO

VAMOS DIZER BASTA e assinalar o dia em que passa um ano da assinatura do protocolo negocial com o Governo, sem que a negociação esteja terminada.

A Concentração vai ser em frente à residência do Primeiro Ministro, a partir das 14 horas. As inscrições para o transporte em autocarro estão abertas nos sites dos Sindicatos.

Colegas, vamos demonstrar ao Governo que não aceitamos continuar a não ser uma prioridade do Ministério e da nova Ministra da Saúde. Em simultâneo com alguns dias de paralisação, iremos realizar ações de rua (a anunciar), que tornem visível o nosso protesto e demonstrem a nossa indignação pela falta de respeito do Governo.

CONTAMOS COM TODOS E NÃO DESISTIMOS

EXIGIMOS NEGOCIAÇÃO COM APRESENTAÇÃO DE NOVAS PROPOSTAS JUNTOS SOMOS MAIS FORTES

AS DIREÇÕES SINDICAIS

PDF – Comunicado Conjunto de 20 de Novembro de 2018



Comunicado Conjunto – 15/11/2018

Publicado em:

Processo Negocial

O Governo continua sem responder aos Sindicatos. Não retoma o processo negocial, não apresenta novas propostas, e a Ministra da Saúde não marcou ainda audiência com estas estruturas Sindicais, solicitada no dia da sua tomada de posse, há um mês.

É inadmissível que o Governo e a nova Ministra da Saúde continuem sem responder aos TSDT e às estruturas sindicais representativas e com as quais assinaram um Protocolo Negocial a 24 de Novembro de 2017, que há muito já devia estar terminado.

Este Processo Negocial continua por concluir, não existindo acordo em matérias fundamentais como as grelhas salariais e a transição para as novas categorias e sendo a última proposta apresentada a 29 de Setembro de 2018. É INACEITÁVEL E UM INSULTO AOS TSDT.

Exigimos que o Governo reponha a justiça e equidade apresentando propostas com transições que preencham todas as categorias e uma grelha salarial que tenha os referenciais e impulsos salariais de outras carreiras especiais da Administração Pública com a mesma exigência habilitacional e profissional.

A carreira dos TSDT tem de ser uma prioridade de qualquer Governo que diga defender o SNS e os seus profissionais, por isso vamos continuar a lutar e não baixar os braços, e não aceitamos ser uma carreira especial que seja do ponto de vista de desenvolvimento salarial pior do a que temos na grelha salarial ainda em vigor, e continue a manter desigualdades em comparação com outras carreiras.

Ações a Desenvolver

As estruturas sindicais estão a programar um conjunto de ações de protesto que demonstrem claramente ao Governo e à Ministra da Saúde, que não aceitamos continuar a não ser uma prioridade para este Governo e para o Ministério da Saúde, podendo já destacar:

Vigília de 19 de Novembro (16h00 às 19h00) – Os Dirigentes e Ativistas Sindicais em Vigília no

Ministério da Saúde vão exigir a marcação de uma audiência com a Ministra da Saúde e a retoma do Processo Negocial.

Concentração Nacional dia 24 de Novembro – Vamos assinalar a data da assinatura do Protocolo Negocial com o Governo e os Sindicatos, ocorrida há um ano, e que contínua sem estar concluído, não existindo acordo com o Governo em matérias fundamentais.

Em Lisboa e em frente à residência do Primeiro Ministro, vamos demonstrar o nosso descontentamento e repúdio pelo comportamento do Governo no Processo Negocial de revisão e regulamentação das carreiras dos TSDT.

No decurso deste dia e nesta Concentração vamos assinalar a data com ações simbólicas dos TSDT que vão DEMONSTRAR A NOSSA REVOLTA E INDIGNAÇÃO, REIVINDICANDO QUE ESTE PROCESSO NEGOCIAL TERMINE ATÉ AO FIM DO ANO.

Inscrições para a Concentração do dia 24 de Novembro –Os Sindicatos vão abrir nos sites as inscrições para o transporte de todos os colegas que queiram deslocar-se a Lisboa para assinalarem esta data e manifestarem a sua indignação.

Mês de DezembroVamos anunciar um calendário de greves a desenvolver durante todo o mês, em defesa da conclusão do processo negocial de revisão e regulamentação das carreiras dos TSDT. Estes dias de Greve devem ser acompanhados por ações de protesto público, que devemos concertar com os colegas para poderem decorrer de uma forma desconcentrada.

Pretendemos nestes dias de Greve denunciar, também, o desinvestimento nas áreas dos meios complementares de diagnóstico e terapêutica, exemplificando com casos concretos da falta de condições e de resposta dos serviços públicos do SNS por falta de TSDT’s e de recursos materiais, especialmente de equipamentos, recorrendo cada vez mais ao setor convencionado.

A LUTA VAI CONTINUAR, E OS TSDT VÃO DEFENDER OS SEUS DIREITOS, EXIGINDO QUE ESTE PROCESSO ESTEJA CONCLUÍDO ATÉ AO FINAL DO ANO.

Reuniões com os Grupos Parlamentares

No âmbito da nossa ação reivindicativa e do nosso processo negocial, solicitámos reuniões aos Grupos Parlamentares, tendo já reunido com o PEV, PCP, PS, BE e PSD, não fomos ainda recebidos pelo CDS/PP e PAN.

Os Grupos Parlamentares reconhecem a pertinência das nossas reivindicações e da razão que nos assiste, seja do processo negocial e da falta de acordo com o Governo, seja das lacunas graves de TSDT no SNS e da necessidade de recrutamento, urgente, de mais colegas. Foram alertados os Partidos para a necessidade da contabilização correta dos pontos para todos os TSDT para efeitos de descongelamento.

Também sobre a discussão do Orçamento de Estado foi solicitado a todos os Partidos que o mesmo preveja o respetivo cabimento orçamental para revisão das Carreiras e do recrutamento de mais TSDT.

CONTAMOS COM TODOS E NÃO DESISTIMOS

EXIGIMOS JUSTIÇA E EQUIDADE

 JUNTOS SOMOS MAIS FORTES

AS DIREÇÕES SINDICAIS

PDF – Comunicado conjunto 15/11/2018



Comunicado Conjunto – Pedido de Audiência com a nova Ministra da Saúde

Publicado em:

Greve e Manifestação Nacional

No passado dia 29 de outubro desenvolvemos mais uma Jornada de Luta, com um dia de Greve e Manifestação com uma forte adesão a nível nacional dos TSDT.

Ficou bem claro que os TSDT não baixam os braços nem desistem, mas sim continuam a lutar por justiça e equidade e pelo direito a uma carreira digna, com igualdade de tratamento face a outras carreiras na Administração Pública, assim demonstram os Índices elevados de adesão à greve, com serviços em muitas Instituições, em que os Colegas a paralisaram a 100%.

Esta realidade, ficou clara na nossa manifestação, com desfile do Marques de Pombal para a Assembleia da República, que reforçou este dia de luta, com repercussão Nacional, através da divulgação e cobertura da Comunicação Social do nosso protesto e dos principais fundamentos para os TSDTs continuarem a defender as suas propostas para a transição e tabela salarial na revisão e regulamentação das carreiras.

Os TSDT presentes na Manifestação em frente a Assembleia da República, aprovaram por unanimidade uma MOÇÃO, em que exigem respeito e defendem a justiça e equidade para este Grupo Profissional no tratamento pelo Governo no processo negocial de revisão e regulamentação das carreiras, com a retoma deste processo e apresentação de novas propostas.

Processo Negocial – Pedido de Audiência com a nova Ministra da Saúde

O processo negocial de revisão e regulamentação das carreiras, está num interregno a aguardar a marcação de uma audiência com a Ministra da Saúde, que estas estruturas sindicais solicitaram no dia 15/10 e que já foi reiterada com novos ofícios do dia 29/10 e 5/11, para reforçar a necessidade, urgente, de se realizar esta reunião, no sentido de se retomar este processo.

O Ministério da Saúde, enquanto tutela, é o responsável em representação do Governo, pela condução das negociações e apresentação das propostas e contrapropostas, sendo por isso necessário que a nova equipa responda às exigências apresentadas pelos Sindicatos e pelos TSDT, reforçadas na Moção aprovada pelos manifestantes, dia 29/10, em frente a Assembleia da República.

Os Sindicatos exigem à Ministra da Saúde a marcação da reunião ate ao fim desta semana, 9/11, caso tal não aconteça, os dirigentes, delegados e ativistas sindicais, em protesto em frente ao Ministério da saúde, vão exigir a audiência solicitada, anunciando também novos protestos e formas de luta dos TSDT, a desenvolver nas próximas semanas e até ao fim do ano.

EXIGIMOS A MARCAÇÃO DA AUDIÊNCIA

EXIGIMOS A NEGOCIAÇÃO COM APRESENTAÇÃO DE NOVAS PROPOSTAS

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES

PDF – Comunicado Conjunto – 07/11/2018