Comunicado Conjunto 22/11/2017

Publicado em:

A NOSSA LUTA

COLEGAS, no dia 20 de Novembro cumprimos uma das mais duras e participadas etapas da nossa luta: três concentrações de manhã, em Lisboa, Porto e Coimbra e uma vigília em frente à Assembleia da República, enquanto iniciativa de um grupo de colegas de todo o País.

Também os Estudantes da ESTES de Coimbra e da Escola Superior de Saúde da Universidade do Algarve, manifestaram-se ontem apoiando a nossa luta desenvolvendo ações públicas que incluíram o fecho da Escola de Coimbra.

O Governo viu-se forçado a dar a cara mas…

 A FARSA NEGOCIAL

Depois de muitos exercícios de “faz de conta” dizendo que quer dar continuidade à negociação das matérias que operacionalizam a aplicação das nossas carreiras, em regime de CIT e CTFP, ontem, dia 21 de Novembro, no Ministério da Saúde, o Governo reuniu com os Sindicatos para um puro exercício de cinismo negocial.

Como primeira evidência, nesta reunião, o Ministério da Saúde apresentou-se sozinho para negociar um acordo que carece de concordância do Ministério das Finanças.

Como segunda evidência, apresentou aos Sindicatos uma proposta de compromisso negocial que pouco mais é que uma calendarização da negociação e, pasme-se, com poucas, ou nenhumas, matérias ou metas negociais a discutir. Resumindo-se a:

  • Apresentação em Novembro da tabela remuneratória dos CTFP, “esquecendo-se” dos CIT.
  • Durante a primeira quinzena de Dezembro, início da negociação/contratação coletiva das avaliações do desempenho.
  • Durante a segunda quinzena de Dezembro, início da negociação/contratação coletiva sobre procedimentos concursais em regime de CTFP e de contratação em regime de CIT.

OU SEJA, ao fim de 21 dias de greve, o Governo não apresentou nada consistente para a negociação.

PIOR AINDA: não nos garantiu que nos fosse apresentado o mesmo que já foi acordado para os enfermeiros e os professores, LEVANDO AO EXTREMO A DISCRIMINAÇÃO. 

 SINDICATOS DIZEM NÃO A ESTA FARSA

Perante este cenário “negocial”, que terá novo episódio no dia 24 de Novembro, com uma reunião já marcada, os sindicatos rejeitaram qualquer prévio acordo, pois, o que nos oferecem é NADA, tendo reafirmado uma vez mais a sua disponibilidade, para mesmo antes desta reunião agendada, podermos reunir e chegar a um acordo.

Da posição dos sindicatos ficou claro: NÃO QUEREMOS NEM MENOS NEM MAIS, SOMENTE OBJECTIVOS IGUAIS AOS JÁ ACORDADOS PELO GOVERNO PARA OUTROS TRABALHADORES.

 A GREVE CONTINUA

Sabemos do esforço brutal que está a ser feito por todos os colegas mas… a greve terá de continuar e os nossos protestos também, sendo que, estes, têm de ser coordenados pelos sindicatos para não dispersarmos ou descoordenarmos as acções.

Assim, estando prevista nova reunião para o dia 24 de Novembro, no Ministério da Saúde, iremos avançar com a realização de mais uma ação de protesto público, de que vos informaremos muito brevemente.

 NÃO VAMOS DESISTIR

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES

AS DIRECÇÕES SINDICAIS

PDF – Comunicado Conjunto 22/11/2017



Comunicado 17/11/2017

Publicado em:

Estimados Colegas,

É com natural orgulho e expectativa que o apoio que o SINDITE constata, a nível Nacional dos Colegas, quer aderindo às iniciativas promovidas pelos Sindicatos, quer com as diversas iniciativas de grupos de Colegas nos Hospitais, que um pouco por todo o País vão levando a efeito com muita criatividade.

Assim, para além das concentrações já marcadas para segunda-feira, dia 20.11.2017, pelas 10h30 em Lisboa (Hospital de Sta. Maria), Porto (Hospital de S. João) e Coimbra (CHUC), está agendada paralisação a 100% “com observância de Serviços Mínimos” e concentração pelas 10h00, no Hospital de Portimão, no dia 21.11.2017, terça-feira.

Estão também em estudo, entre os Colegas de diversos Hospitais do País, iniciativas semelhantes, com paralisação de determinados serviços de referência, 1 dia por semana, que causam natural desgaste na prestação dos serviços, suavizando, também, as elevadas perdas salariais que decorrem desta Jornada de LUTA.

Apelamos, ainda, para o sentido cívico na realização de iniciativas não organizadas diretamente pelos Sindicatos.

UM BEM-HAJA A TODOS OS QUE LUTAM POR UM FUTURO MELHOR

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES

 O Secretariado Nacional

 

PDF – Comunicado 17/11/2017





Comunicado 15/11/2017

Publicado em:

Estimados Colegas,

É absolutamente surrealista o tormentoso momento porque todos passamos nesta LUTA. Um processo de negociação que de negociação não tem nada, a não ser uma valente hipocrisia da parte do Governo, através dos seus Ministros da Saúde e das Finanças.

Apesar da demonstração de uma dignidade e força, sem precedentes, demonstrada por TODOS NÓS e cujos custos para o Estado já davam para pagar a Carreira, ainda assim, teimam em não querer perceber o que está a acontecer.

Colegas,

Os Sindicatos não param desde o 1º dia, de dar voz às NOSSAS reivindicações e as nossas iniciativas têm-se multiplicado, infelizmente, sem sucesso, após as repetidas, falsas e irresponsáveis, declarações de quem nos governa, de que tudo será feito para atender às NOSSAS reivindicações de negociação.

A par das iniciativas do STSS nos últimos dias, também tomámos as nossas, com realce para o apoio da UGT Nacional e do seu Secretário-Geral, Dr. Carlos Silva, para pôr a nossa negociação nos “carris”.

Aguardamos, no entanto, com expectativa, os desenvolvimentos destas diligências dos Sindicatos, que se suportam no admirável apoio que nos têm dado os COLEGAS de todo o País, de incentivo para a NOSSA LUTA, que com o VOSSO esforço irá continuar. MUITO OBRIGADO A TODOS.

18 ANOS É MUITO TEMPO

BASTA

NÃO CEDEREMOS

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES

 

 O Secretariado Nacional

 

PDF – Comunicado 15/11/2017