Balanço e Consequências da nossa Greve de 12 e 13 de fevereiro

Publicado em:

Em jeito de balanço e consequências da nossa Greve de 12 e 13 de fevereiro, a adesão dos nossos Colegas, nomeadamente, nos Hospitais do interior Norte, Centro e Sul do País foi elevada e, de um modo geral, decorreu com muita dignidade.

Embora não podendo, de forma oficial, estar presentes na Manifestação do dia 12 em frente ao Ministério da Saúde por falta de Acordo, com o Sindicato organizador, que lamentámos, algumas dezenas dos nossos Associados fizeram questão de estar presentes na mesma, apesar de termos consciência que poderíamos ser muitos mais numa iniciativa conjunta.



Greve – 12 e 13 de Fevereiro

Publicado em:

A Direção do SINDITE – Sindicato dos Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica decidiu convocar uma Jornada de Luta com a decretação de uma Greve Nacional para os dias 12 e 13 de fevereiro.

A oito meses de eleições legislativas e em plena pré campanha eleitoral e com a afirmação pública da Ministra das Finanças de que o ímpeto reformista do Governo não abrandou, há ainda tempo de dizer que temos de terminar o processo negocial interrompido.

COLEGAS, TODOS SABEM E SENTEM que, até ao nosso voto em outubro, esta será na atual legislatura, provavelmente, a última oportunidade de nos fazermos sentir e ouvir, pelo que, APELAMOS À VOSSA ADESÃO!

{phocadownload view=file|id=391}{phocadownload view=file|id=392}{phocadownload view=file|id=393}{phocadownload view=file|id=394}{phocadownload view=file|id=395}



UGT ASSINALA OS 35 ANOS DO SERVIÇO NACIONAL DE SAÚDE

Publicado em:

A criação do Serviço Nacional de Saúde (SNS) é uma das grandes conquistas do Portugal democrático e um dos pilares fundamentais do nosso Estado Social, tendo contribuído para um desenvolvimento ímpar das condições de vida dos portugueses, recuperando as décadas de atraso da ditadura, durante a qual os indicadores da saúde colocavam o nosso País na cauda da Europa.



FESAP – avança para a negociação suplementar

Publicado em:

Governo quer mais cinco anos de cortes salariais

A FESAP reuniu no dia 30 de junho, no Ministério das Finanças, em Lisboa, com o Secretário de Estado da Administração Pública, Leite Martins, para a segunda ronda negocial sobre o anteprojeto de proposta de Lei que visa impor aos trabalhadores da Administração Pública mais cinco anos de cortes salariais.
 {phocadownload view=file|id=361}