Comunicado 23/11/2017

Publicado em:

Estimados Colegas,

No culminar da LUTA exemplarmente desenvolvida por TODOS os Colegas, os Sindicatos reúnem-se, amanhã, com o Governo, pelas 10h30, no Ministério da Saúde.

Sabemos que é a primeira fase de um processo que será longo, dada a sua complexidade e características próprias que nos distingue nesta LUTA, de outros profissionais.

Assim, a obtenção de um Acordo sólido de calendarização e início da discussão das matérias mais sensíveis como tabelas, transições, descongelamento de escalões, regimes de trabalho e outras, do Vosso conhecimento, terão de ser acauteladas tendo em vista, também, as elevadas perdas, quer de rendimento dos Colegas, quer do prejuízo aos nossos doentes, em virtude de uma longa Greve que já vai em três semanas.

Faremos, despois da reunião, um ponto da situação com diversos Colegas Ativistas, Delegados Sindicais e quem nos queira vir apoiar, que nos esperam no exterior, sobre o processo negocial e de LUTA, e de cujas conclusões vos daremos conhecimento.

MUITO OBRIGADO A TODOS

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES

PDF – Comunicado de 23/11/2017



Comunicado Conjunto 22/11/2017

Publicado em:

A NOSSA LUTA

COLEGAS, no dia 20 de Novembro cumprimos uma das mais duras e participadas etapas da nossa luta: três concentrações de manhã, em Lisboa, Porto e Coimbra e uma vigília em frente à Assembleia da República, enquanto iniciativa de um grupo de colegas de todo o País.

Também os Estudantes da ESTES de Coimbra e da Escola Superior de Saúde da Universidade do Algarve, manifestaram-se ontem apoiando a nossa luta desenvolvendo ações públicas que incluíram o fecho da Escola de Coimbra.

O Governo viu-se forçado a dar a cara mas…

 A FARSA NEGOCIAL

Depois de muitos exercícios de “faz de conta” dizendo que quer dar continuidade à negociação das matérias que operacionalizam a aplicação das nossas carreiras, em regime de CIT e CTFP, ontem, dia 21 de Novembro, no Ministério da Saúde, o Governo reuniu com os Sindicatos para um puro exercício de cinismo negocial.

Como primeira evidência, nesta reunião, o Ministério da Saúde apresentou-se sozinho para negociar um acordo que carece de concordância do Ministério das Finanças.

Como segunda evidência, apresentou aos Sindicatos uma proposta de compromisso negocial que pouco mais é que uma calendarização da negociação e, pasme-se, com poucas, ou nenhumas, matérias ou metas negociais a discutir. Resumindo-se a:

  • Apresentação em Novembro da tabela remuneratória dos CTFP, “esquecendo-se” dos CIT.
  • Durante a primeira quinzena de Dezembro, início da negociação/contratação coletiva das avaliações do desempenho.
  • Durante a segunda quinzena de Dezembro, início da negociação/contratação coletiva sobre procedimentos concursais em regime de CTFP e de contratação em regime de CIT.

OU SEJA, ao fim de 21 dias de greve, o Governo não apresentou nada consistente para a negociação.

PIOR AINDA: não nos garantiu que nos fosse apresentado o mesmo que já foi acordado para os enfermeiros e os professores, LEVANDO AO EXTREMO A DISCRIMINAÇÃO. 

 SINDICATOS DIZEM NÃO A ESTA FARSA

Perante este cenário “negocial”, que terá novo episódio no dia 24 de Novembro, com uma reunião já marcada, os sindicatos rejeitaram qualquer prévio acordo, pois, o que nos oferecem é NADA, tendo reafirmado uma vez mais a sua disponibilidade, para mesmo antes desta reunião agendada, podermos reunir e chegar a um acordo.

Da posição dos sindicatos ficou claro: NÃO QUEREMOS NEM MENOS NEM MAIS, SOMENTE OBJECTIVOS IGUAIS AOS JÁ ACORDADOS PELO GOVERNO PARA OUTROS TRABALHADORES.

 A GREVE CONTINUA

Sabemos do esforço brutal que está a ser feito por todos os colegas mas… a greve terá de continuar e os nossos protestos também, sendo que, estes, têm de ser coordenados pelos sindicatos para não dispersarmos ou descoordenarmos as acções.

Assim, estando prevista nova reunião para o dia 24 de Novembro, no Ministério da Saúde, iremos avançar com a realização de mais uma ação de protesto público, de que vos informaremos muito brevemente.

 NÃO VAMOS DESISTIR

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES

AS DIRECÇÕES SINDICAIS

PDF – Comunicado Conjunto 22/11/2017



Comunicado 17/11/2017

Publicado em:

Estimados Colegas,

É com natural orgulho e expectativa que o apoio que o SINDITE constata, a nível Nacional dos Colegas, quer aderindo às iniciativas promovidas pelos Sindicatos, quer com as diversas iniciativas de grupos de Colegas nos Hospitais, que um pouco por todo o País vão levando a efeito com muita criatividade.

Assim, para além das concentrações já marcadas para segunda-feira, dia 20.11.2017, pelas 10h30 em Lisboa (Hospital de Sta. Maria), Porto (Hospital de S. João) e Coimbra (CHUC), está agendada paralisação a 100% “com observância de Serviços Mínimos” e concentração pelas 10h00, no Hospital de Portimão, no dia 21.11.2017, terça-feira.

Estão também em estudo, entre os Colegas de diversos Hospitais do País, iniciativas semelhantes, com paralisação de determinados serviços de referência, 1 dia por semana, que causam natural desgaste na prestação dos serviços, suavizando, também, as elevadas perdas salariais que decorrem desta Jornada de LUTA.

Apelamos, ainda, para o sentido cívico na realização de iniciativas não organizadas diretamente pelos Sindicatos.

UM BEM-HAJA A TODOS OS QUE LUTAM POR UM FUTURO MELHOR

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES

 O Secretariado Nacional

 

PDF – Comunicado 17/11/2017